Porque não reinventar a roda?

29/08/2018 | Nenhum comentário

Em mais uma empreitada no mundo do blogposting hoje quero fazer um breve relato pessoal sobre um assunto bem interessante: vale a pena tentar reinventar a roda?

 

Essa é um reflexão muito interessante e que talvez esteja em voga na nossa atual sociedade. Reinventar a roda remete a inovação, sair da zona de conforto (tô num tal de usar frasinhas da moda), desafiar status quo. Considerando meu cenário como profissional de tecnologia, mais especificamente de desenvolvimento de software, tentar fazer algo que já existe soa como perda de tempo, pois fere um princípio importante na construção de software: o reuso. Mas gostaria de dar um relato sobre um projeto pessoal que soava meio como uma reinvenção da roda mas que gerou grande crescimento para mim, mesmo não gerando um “novo software para dominar o mundo”,  pois mais que usar me permitiu entender um pouco sobre “o que é  uma roda”.

 

Em meu início trabalhando como desenvolvedor, fiz a prova para Microsoft Technology Associate visando conhecer melhor a linguagem C# (ganhar mais) e dar um up em minha carreira. Consegui passar na prova com 75% de aprovação e com muito conhecimento sobre o universo .NET.  Foi um passo muito importante esta empreitada, pois me deu um ótimo direcionamento de carreira. Mas havia um fato que, acredito eu, é um drama para muitos: no meu estágio eu não usava c#, dando a entender que o conhecimento adquirido pouco valia e com isso uma nova indagação surgiu: o que faço com o que aprendi?

 

Fiquei martelando esta dúvida por meses, sem uma solução efetiva, afinal eu nunca tinha “oportunidade” de usar o que aprendi. Após muito ouvir sermões na igreja onde congrego sobre uma vida com propósito, ver textos na internet e vários momentos de meditação e oração, me ocorreu a ideia de fazer um sistema simples de cadastro de pessoa onde poderia gerar um relatório de aniversariantes. Geraria um software pequeno, útil e poderia exercitar meu .NET. Outro objetivo que tracei via mini-projeto é entender um pouco melhor sobre frameworks ORM (sistemas que permitem mapear os dados do banco e usá-los sem manipular diretamente SQL). No universo .NET existem o Entity Framework e NHibernate. Optei por conhecer um pouco do Entity Framework.

 

Após muitos estudos consegui aprender seu uso, mas o fato de não entender claramente o que ocorria “por baixo dos panos” começou a me perturbar e daí vem o ímpeto de reinventar a roda: “Porque não tentar fazer algo similar para entender como funciona?”. Decidi aliar a ideia de software ao nascimento desse “novo” framework.

 

Essa busca por fazer um micro-sistema melhor me fez estudar novamente .NET como nunca e nisso aprendi vários conceitos antes estranhos como reflection, aperfeiçoar minhas habilidades com orientação a objetos e compreender um pouco sobre como as classes de nossa aplicação se convertem em instruções SQL no banco de dados. Admito que deste esforço não nasceu um novo NHibernate ou outro ORM mas me permitiu um crescimento profissional nunca imaginado e me fez tirar as seguintes lições:

 

  • Ponha a cabeça no lugar e observe sua volta, sempre há oportunidades e problemas que precisam de solução.
  • Adquira o máximo de conhecimento. Desfocar é necessário em alguns momentos da vida para você chegar ao melhor caminho, ao caminho mais focado. Dá trabalho, mas conhecimento é um patrimônio que nunca se perde.
  • O processo de reinventar a roda é mais valoroso que o produto final. Veja a disrupção que tem ocorrido com Uber, Airbnb, Nubank e outras startups. Vejo nelas uma tentativa de reinventar a roda que acabou “arredondando mais a roda”.
  • Tenha uma vida espiritual. Paz de espírito é fundamental para compreender melhor a vida e tudo que a rege (respeitando a laicidade de nosso estado democrático, mas demovido por querer ensinar aos outros aquilo que me faz bem recomendo: procure uma igreja. Não conheço lugar melhor para encontrar equilíbrio espiritual e de vida).
  • Ame o processo de treinamento que “reinventar a roda” proporciona, pois o fim  é apenas uma consequência de toda uma jornada e na vida existem várias “micro-jornadas”.

 

O resultado dessa empreitada está no meu github parado a séculos. Carece de grandes evoluções, mas outras prioridades não deixam. Quem quiser conferir, segue link

https://github.com/andreiflavio/MinisistemaEstudo/tree/master/cadUtilFramework

 

Espero que a frase “reinventar a roda” tenha ganhado um novo sentido após este relato e até mais….

Tags:, ,

Deixe seu comentário